segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Luto


De praxe um dos símbolos do luto é a rosa negra. Opinei por flores claras para expressar que a morte pode ser clara e calma para quem faz a viagem. Acredito que o caminho nessa viagem é rodeado de flores assim ou algo que nenhum ser humano imaginou. Nada de preto, nem mais tanta tristeza.
Estou pensativa, desanimada, triste e sentindo um enorme vazio, um vácuo. Consolo algum tira esse vazio, alguém se foi para não voltar mais, então não importa quantos abraços as pessoas próximas ganhem, o vazio jamais vai ser preenchido.
Na última madrugada meu tio se foi, foi para aquela viagem que nunca mais volta, faleceu. Eu não era próxima do meu tio. Mas eu sabia que meu tio tava lá, mesmo com problemas de saúde lá estava, e que 'qualquer dia' eu iria fazer uma visita. Agora me arrependo amargamente por não ir pedir a benção do meu tio, ir vê-lo em vida. Eu deveria ser mais presente para com meus familiares. Errei com minha ausência e agora ficam essas saudades com gosto de tristeza e vai ser assim pra sempre, a saudade e a falta. Me sinto pequena diante a esse carinho, pois claro, existem pessoas que conviviam com meu tio, essas pessoas estão sofrendo muito e necessitam de força, preciso de fé para rezar o máximo que puder para Deus dar força para minha avó, minha tia, filhos e netos e irmãos do meu tio. Força pois perder alguém é difícil, principalmente quando se trata de uma pessoa com um coração gigante igual ao do meu tio. Ele fez uma boa caminhada nessa vida. Muitos tem boas lembranças do grande homem que meu tio foi. Ok, como dizem "depois que a pessoa morre as outras pessoas passam a achar quem faleceu uma pessoa sem erros", é, talvez sim. Mas de que adianta lembrar dos erros? Agora os momentos bons ficam na cabeça e no coração para jamais esquecer. Os bons momentos vão ficar guardados, as lembranças vão vir e os rostos vão ficar molhados com lágrimas cheias de saudade.
As lágrimas que agora rolam, a família que agora sofre. A família que precisa de força.
Estou colocando 'panos quentes' em cima do luto, da falta. Está tudo quase bem, tirando essa triste dor guardada.
Percebi com esse acontecimento fúnebre que a vida é curta, o tempo é curto e devemos plantar flores para colher o bem. E assim foi meu tio, plantou flores, colheu amor e carinho e agora já está deixando saudades.
As vezes confundo luto com sensacionalismo de morte, as vezes confundo luto com dor, luto com tristeza... Mas na verdade luto é apenas o vazio a sensação de que tem o mundo inteiro lá fora, mas falta alguém, alguém que não volta e como ninguém sabe do que é o "outro lado" fica a saudade e perguntas sem resposta.
O tempo é curto, e hoje, é, hoje após 20 anos de vida percebi que VIDA é só uma e dela temos que tirar o melhor e fazer o melhor, fazer o bem, querer o bem, viver o amor.
E como me expresso somente quando escrevo, cá está meu sentimento de perda, de saudade e até mesmo remorso por não ter sido mais próxima do meu tio.
Mas de que adianta me arrepender agora?
Ao mesmo tempo que fico pensando e me perguntando porque meu tio se foi, me orgulho dele, tento me espelhar, quero saber cultivar o amor assim.
A vida é só uma e realmente, a caminhada tem de ser bela, a vida é como cristal, não quebremos, aceito somente viver com paz e amor e peço fé e força para minha família.



É certo que haverá coisas que fujam da sua alçada
Vambora porque é longa a caminhada, mas a vitória, eu sei, será de goleada
Você vai ter que aprender, elas vão ter que aprender
A gente tem que aprender
Por isso, saúde e alegria
É o que peço pra nós, minha querida
Pros nossos filhos, amigos e irmãos
Fartura, paz, amor, respeito, fé e compaixão ♫

Nenhum comentário:

Postar um comentário